Mês: novembro 2016

Livros

Saúde Integral com a Medicina Ayurvedica

 

dr. Frank Ninivaggi

Pensamento

Desenvolvida por sábios que viveram na Índia antiga há cerca de 6 mil anos, o Ayurveda é provavelmente a mais antiga tradição médica que conhecemos. O dr. Frank Ninivaggi alinhou os conceitos ayurvédicos com o pensamento científico moderno, traduzindo essa milenar sabedoria do Oriente em termos e conceitos compreensíveis aos ocidentais e facilmente aplicáveis à nossa realidade. Este livro oferece ao leitor uma visão concisa mas detalhada do Ayurveda, a medicina tradicional indiana, que não se limita a tratar os sintomas das doenças, mas oferece orientações para uma melhor qualidade de vida e saúde em todas as áreas da vida, assim como estratégias de cura integradas para o corpo, a mente e o espírito.

Transcendência – Como Alcançar a Cura e a Transformação Por Meio da Meditação

Autor:
Dr. Norman E. Rosenthal,

Prumus

 

Dr. Norman E. Rosenthal, psiquiatra responsável pelo estudo pioneiro de desordem afetiva sazonal e pesquisador com mais de trinta anos de experiência, traz o mais importante livro já publicado sobre medicina transcendental desde Science of Being and Art of Living do guru indiano Maharishi Mahesh, responsável pela experiência transcendental dos Beatles na década de 1960. Transcendência desmistifica a prática e os benefícios da meditação transcendental para o público geral, que provavelmente já ouviu falar sobre a técnica, mas não sabe como ela funciona ou o que pode proporcionar física e emocionalmente. Trata-se fundamentalmente de uma prática não religiosa que implica sentar-se confortavelmente por vinte minutos duas vezes ao dia, repetindo um silencioso mantra ou um som não verbal para obter um estado profundo de relaxamento consciente. Rosenthal ilustra suas considerações com uma rica pesquisa sobre o assunto reunida há várias gerações e experiências de seus pacientes, permitindo ao leitor comprovar os benefícios reais do método para problemas como ansiedade, estresse, depressão, vício, déficit de atenção etc. O depoimento exclusivo de personalidades como Paul McCartney, Ringo Starr, Martin Scorsese, Russell Brand, Laura Dern, Moby e David Lynch são uma amostra da seriedade dessa prática e seus evidentes benefícios.

A Tradição do Ayurveda

 

Aderson Moreira da Rocha

Aguia Dourada

O livro “A TRADIÇÃO DO AYURVEDA” de Aderson Moreira da Rocha, fruto de árduo trabalho de tese de doutorado em Saúde Coletiva, tem o enorme mérito de nos trazer às origens substantivas e epistemológicas deste conhecimento clássico. Através de análise comparativa sistemática de autores fundantes (e seus comentadores reconhecidos), mostra-nos as duas fontes centrais, o “núcleo duro” das origens do saber ayurvédico: os textos clássicos que dão origem à medicina interna (por um lado) e à cirurgia (por outro) nesta grande tradição médica que é o conhecimento ayurvédico em saúde. Melhor dizendo: em vida e saúde ou, mais simplesmente, em vitalidade, sua conservação ou restauração. Pois é disto que trata o ayurveda, da sabedoria da vida.

 

DESTAQUE DO LIVRO

• A História da Medicina na Índia
• Ayurveda do Sul da Índia
• Histórias do Ayurveda no Brasil
•  Ayurveda, Princípios Básicos desta Racionalidade Médica
• Caraka Samhita, A Escola de Medicina Interna
• Susruta Samhita, A Escola de Cirurgia
• Kasyapa Samhita, A Escola de Pediatria e Gineco-Obstetrícia
• Bhela Samhita, A Escola de Medicina Interna
• Astanga Samgraha, O Livro dos 8 Ramos
• Astanga Hrdaya, O Coração dos 8 Ramos
• Madhava Nidana, O Livro de Etiologia e Patologia
• Sarngadhara Samhita, O Compêndio de Sarngadhara
• Bhavaprakasha,  O Tratado de Bhavamisra
• Estudo Comparado dos Textos Clássicos do Ayurveda
• Conclusão

 

COMENTÁRIO

“Esta é uma obra de grande valor histórico para todos os estudiosos das ciências da saúde. Como tal, deve ser contextualizada para que se permita uma análise do momento em que ela surge.  O Dr. Aderson Moreira da Rocha publica o livro “A TRADIÇÃO DO AYURVEDA” aproximadamente cinco mil anos depois do surgimento dessa racionalidade médica indiana, que provavelmente é a mais antiga de todas as formas de medicina conhecidas até o momento.

 

Danilo Maciel Carneiro

Se o meu médico diz que estou bem… Por que me sinto tão mal?

 

Margaret Smith Peet & Shoshana Zimmerman

Butterfly

Um guia prático e completo para prevenir doenças muito antes de apresentarem-se seus primeiros sintomas. Conheça seu tipo físico, a dieta mais adequada às necessidades do seu corpo. Aprenda a identificar – no rosto, nos dedos dos pés e das mãos e em outras partes do físico – deficiências orgânicas e distúrbios que levam, muitas vezes, a graves enfermidades.

Manual de Massagem Ayurvédica

 

JOHARI, HARISH

Ground

A Ayurveda é um antigo sistema de medicina do mundo e vê o ser humano intimamente ligado ao meio ambiente e a todas as outras formas de vida. Com o tempo foi desenvolvido um sistema especial baseado na compreensão das necessidades de cada tipo específico de corpo e
do conhecimento dos seus ‘marmas’, pontos sutis de energia que respondem a uma suave manipulação física. Esta massagem age nos níveis mental e físico, transmitindo uma energia revitalizadora que ajuda o corpo a se recuperar e a se renovar, especialmente quando recebida regularmente. Neste livro o autor conduz o leitor por cada passo da massagem no corpo inteiro, os óleos utilizados, assim como todas as informações consideradas necessárias para um tratamento eficaz.

Massagem Ayurvédica para Bebes

 

JANSEN-SCHULZE, YVONNE

Novo Século

O termo ayurveda vem do Sânscrito, uma língua clássica da Índia, e significa conhecimento da vida saudável. Esta ciência surgiu há mais de 3.000 anos e tem por objetivo equilibrar as emoções do ser humano, oferecendo uma vida mais harmoniosa. ‘Massagem Ayurvédica para bebês’ aborda informações sobre esta terapia indiana descrevendo passo-a-passo cada movimento a ser realizado. A obra fortalece o afeto entre pais e filhos, estabelecendo um vínculo de confiança, pois tem sua origem nos ensinamentos hindus e envolve tanto o corpo quanto a alma. Cólicas, dificuldades de sono, dores na dentição, intranquilidades, choro, manhas, ou qualquer outro desconforto que o bebê venha a manifestar, será tr
atado com esta massagem. Este livro tem, portanto, a finalidade de explicar como esta técnica milenar é capaz de influenciar positivamente o bebê, tornando o conhecimento indiano e o efeito das manipulações relacionadas à massagem compreensíveis para todos, por meio da classificação de diversos toques de acordo com os cinco elementos. Trata-se de uma ferramenta para mamães que desejam proporcionar conforto, amor e bem-estar para seus filhos.

Medicina Ayurvédica para a Mulher

 

Atreya

Pensamento

‘Medicina Ayurvédica para a Mulher’ aborda a necessidade de tratar a raiz dos distúrbios femininos. Este guia de autoajuda mostra como delinear um plano de tratamento usando as mudanças na alimentação e suplementos de ervas para tratar a TPM, atenuar sintomas do climatério, prevenir a osteoporose e reverter outros problemas de saúde. Este livro também apresenta uma seção dedicada a tratamentos, que mostra fórmulas ayurvédicas, baseadas em substâncias fitoterápicas.

Os Segredos da Massagem Ayurvédica

 


Atreya

Pensamento

Os Segredos da Massagem Ayurvédica é um manual prático escrito para os massagistas ocidentais. Entretanto, é muito mais do que um simples manual, pois penetra profundamente os segredos da doutrina ayurvédica sobre a energia vital, o prana. O Ayurveda é

A Dieta da Zona Ayurvédica

 

Dennis Thompson

Pensamento

O Dr. Thompson alia a sabedoria milenar sobre saúde e cura do Ayurveda com a abordagem científica moderna dos tipos fisiológicos.
Concentrando-se nos três tipos físicos básicos e em suas zonas correspondente de função fisiológica, este livro oferece soluções inteligentes para todos os tipos de problemas, além de propor a prática de exercícios que ajudarão o leitor a identificar o estilo de vida que mais se ajusta à sua personalidade.

Ayurveda, a ciência da longa vida

 

Edson Antonio DÁngelo e Janner Rangel Cortes

Madras

Ayurveda significa a ciência (Veda) da longevidade (Ayur). Ela se baseia na harmonia para o alcance da felicidade, por meio de um processo silencioso da mente, a fim de se buscar a verdade e a plenitude. Essa ciência – que apesar de se manter atualizada é também o sistema terapêutico mais antigo do mundo, por se basear em textos sagrados – faz uso de plantas medicinais, massagens, acupuntura, etc., para oferecer não só uma vida mais longa, mas também mais saudável, tanto física quanto psicologicamente. Esta obra mostra, por meio de exercícios e dicas, o poder das coisas que vêm da Natureza e como aplicá-las em nosso benefício.

Ayurveda, o Caminho da Saúde

 
Maria Ines Marino e Walkyria Angelica Giusti Dambry

Gaia

A Ayurveda é um conhecimento milenar que vem ganhando destaque no mundo contemporâneo, o seu ponto de partida está no conhecimento profundo e holístico do indivíduo e sua integração ao meio ambiente, anseios que jamais se tornam extemporâneos. O livro é um guia para o contato com a natureza íntima; prescreve a adoção de hábitos simples para uma rotina equilibrada com vistas em uma conquista que terá no equilíbrio e na harmonia suas palavras-chave – equilíbrio mental e emocional e entre mente e corpo, que se refletirá em movimentos corporais livres de tensões; harmonia no convívio pessoal, nas relações de trabalho, familiares e com o meio ambiente.

Corpo e Ayurveda, fundamentos ayurvédicos para terapias manuais e de movimento

 

Maria Ines Marino e Walkyria Angelica Giusti Dambry

Summus

Destinado especialmente a fisioterapeutas, massoterapeutas, professores de ioga e terapeutas corporais e ayurvédicos, este livro apresenta as bases da tradicional medicina indiana aplicadas à fisioterapia convencional. É uma obra que busca simplificar o entendimento dos fundamentos védicos para a utilização no atendimento profissional de pacientes com diversos tipos de queixa. Esse trabalho se caracteriza por um sistema diagnóstico pelo corpo que engloba a análise do comportamento postural e a atitude corporal, tanto do ponto de vista estático como do dinâmico. Ilustrado, o livro conta ainda com a apresentação de casos clínicos, o que pretende permitir que os terapeutas alcancem resultados de tratamento cada vez mais eficazes e duradouros.

Neti, segredos terapeuticos do yoga e do ayurveda

 

David Frawley

Pensamento

O Neti é atualmente um dos mais populares métodos de higiene pessoal e aperfeiçoamento da saúde. Por meio de um utensílio simples de irrigação nasal – o lota – originário da antiga tradição do yoga e do ayurveda, o neti combate a congestão nasal, alergias, dores de cabeça e vários outros problemas de saúde difíceis de tratar por outros métodos. O neti permite que você respire melhor, o que pode lhe proporcionar mais energia e, literalmente, transformar a sua vida. O neti é um método de baixo custo, fácil de usar e útil a qualquer pessoa. Depois que você experimentá-lo e comprovar seus benefícios, em pouco tempo ele se tornará uma constante em seus hábitos de higiene. ‘Neti – Segredos terapêuticos do yoga e do ayurveda’ é uma apresentação de como usar o lota. Este livro mostra o lugar dessas ‘terapias nasais’ nas grandes tradições de cura da Índia, e da sua maior relevância para o tratamento das doenças comuns.

Uma Visão Ayurvédica da Mente

 

David Frawley

Pensamento

Neste livro, o Dr. David Frawley introduz as aplicações do Ayurveda e da Yoga no que diz respeito à mente, abordando a cura psicológica e emocional. Ayurveda – palavra que em sânscrito significa ‘A Ciência da Vida’ – é um dos sistemas de cura natural mais antigos e completos do mundo, que nasceu na Índia como a medicina da mente e do corpo. O livro examina o aspecto psicológico do Ayurveda que reconhece que mente e corpo são uma só coisa. A mente é um campo de idéias, o corpo, um campo de moléculas, mas os dois são expressões da consciência, em ação mútua com ela mesma. Ao examinar a psicologia ayurvédica, o Dr. Frawley aborda a relação profunda e complexa que existe entre o corpo e o espírito. Com base em textos clássicos da tradição hindu, que também se ligam à doutrina da Yoga, o livro ensina os princípios básicos de um tratamento ayurvédico abrangente, usando técnicas que vão do regime alimentar à meditação.

Ayurveda, A medicina Indiana que promove saúde

 
Vinod Verma

Nova Era

Ayurveda é um guia abrangente e de fácil entendimento sobre a aplicação dos fundamentos da medicina ayurvédica – antigo sistema terapêutico indiano desenvolvido sob a ótica holista. Como ciência, a Ayurveda reconhece como meta da vida humana a realização de sua natureza divina, e a saúde é a condição de harmonia interna e externa que habilita o ser humano a buscar tais objetivos mais profundos e permanentes. Vinod Verma, farmacêutica e neurobióloga com formação em medicina ocidental e em terapia ayurvédica, descreve os conceitos e medicamentos utilizados tradicionalmente pelos indianos para conservar a excelência da saúde e restabelecer o equilíbrio biológico e mental do homem. Em uma apresentação do tratamento dos pontos de vista racional, espiritual e psicológico, a autora aborda técnicas como a massagem terapêutica, o yoga, exercícios de respiração e relaxamento, tratamentos à base de ervas e receitas nutricionais e métodos simples para a limpeza externa e interna do organismo.

Ayurveda, Um tratamento de saúde que não agride o corpo

 

Hans H. Rhyner

Pensamento

‘Ayurveda’ enfatiza os hábitos alimentares diários e os exercícios físicos para preservar a saúde. Você aprenderá a identificar o seu tipo físico (existem três, basicamente) e então obterá informações completas sobre a dieta e os tratamentos preventivos mais apropriados para o seu caso. Você descobrirá como diagnosticar muitos estados físicos e tratar de eventuais problemas, em vez de ser obrigado a recorrer a remédios. Também conhecerá tratamentos específicos para uma grande variedade de doenças, assim como medidas simples para ter uma vida saudável, incluindo dicas sobre alimentação, alívio da tensão e desintoxicação do organismo. Todos os interessados em manter a saúde de um modo prático e natural encontrarão muitas idéias instigantes em cada página.

Ayurveda – A Ciência da Auto Cura

 

Dr. Vasant Lad

Ground

Este livro explica os princípios e aplicações práticas da Ayurveda, o mais antigo sistema de cura do mundo. Nele, são abordadas a história e a filosofia ayurvédica, seus princípios básicos, técnicas de diagnóstico, primeiros socorros, tratamento e dieta e o uso medicinal das ervas e temperos da culinária. Gráficos, diagramas, tabelas, glossário e índice acompanham o texto.

Ayurveda e a Terapia Marma – Pontos de Energia no Tratamento Por Meio da Ioga

 Resultado de imagem para Ayurveda e a Terapia Marma - Pontos de Energia no Tratamento Por Meio da Ioga

Dr. Avinash Lele

Madras

Esta obra foi escrita por três palestrantes e médicos de renome no Oriente e contém informações práticas para os terapeutas ocidentais que trabalham com massagens e acupressão. Eles tratam especialmente dos marmas, que são pontos de pressão e uma parte importante da ioga e da ayurveda.
A terapia marma é usada como parte da maioria dos tratamentos ayurvédicos e é de importância sem igual nos processos de cuidado pessoal e da autocura. Médicos indianos a receitam como um método especial a pacientes que também se tratam com ervas ou outros remédios ayurvédicos.
Além disso, a terapia marma é utilizada de maneira isolada no tratamento de uma variedade de distúrbios, que vão desde paralisias até problemas psicossomáticos. As possibilidades de uso dessa terapia são quase ilimitadas no cuidado da saúde e formam uma pedra angular da medicina ayurvédica clássica.
Com este estudo, a saúde de muitas pessoas ficará muito mais equilibrada e saudável.

Ayurveda – Saúde e Longevidade na Tradição Milenar da Índia

 Resultado de imagem para Ayurveda - Saúde e Longevidade na Tradição Milenar da Índia

Danilo Maciel Carneiro

Pensamento

O autor, uma das maiores autoridades em Ayurveda no Brasil e um dos maiores estudiosos da Fitoterapia em nosso país nos ensina, de maneira simples, dicas preciosas de como usar as ervas brasileiras no dia a dia para aperfeiçoar nossa saúde. E, todo o conhecimento adquirido pelo autor na convivência com os melhores médicos indianos (vaidyas) que estiveram em nosso país, contido neste livro, poderá mudar a sua visão sobre a sabedoria milenar do Ayurveda ? o sistema de promoção de saúde mais antigo do mundo.
INDICAÇÕES DO SITE: AYURVEDA.ORG.BR

Curso On-line – Introdução ao Ayurveda Grátis

 

 

 

Acupuntura – A Menopausa na Cultura Ocidental

A Menopausa na cultura ocidental

Menopausa” é o termo para a completa e permanente interrupção da menstruação,  é necessário um período de 6 a 12 meses para estabelecer esse diagnóstico. “Climatério” refere-se a fase de transição da vida da mulher do estágio reprodutivo para o não-reprodutivo. Essa transição é o período de declínio da função do ovário que, normalmente, é de 2 a 5 anos, próximo a menopausa.

A menopausa geralmente acontece entre os 48 e 55 anos, sendo a média de 51 anos nas sociedades industrializadas. A causa principal do declínio da energia do sistema reprodutor na mulher é o próprio ovário. Os folículos do ovário se esgotam durante a menopausa. E isso é muito importante para se lembrar quando se tratam os problemas da menopausa pelo ponto de vista da Medicina Tradicional Chinesa. Os sintomas de onda de calor e vagina seca são consequência do declínio do estrógeno e, portanto, do Tian Gui na MTC. O Tian Gui é derivado do Jing do Rim.

 

Os principais sintomas associados a menopausa são:

  • vagina ressecada
  • ondas de calor
  • sudorese noturna

 

De longe, as ondas de calor é o sintoma mais como, estando presente em mais de 85% das mulheres em menopausa. 45% delas pode continuar a sentir essas ondas de 5 a 10 anos depois da menopausa.

 

Alguns ginecologistas dizem que somente a secura na vagina e as ondas de calor tem relação com a diminuição da produção de estrógeno e que todas as outras manifestações são consequencia da vida moderna e do estresse emocional causado na mulher neste período de mudanças.

 

Outros sintomas que podem ocorrem são dores de cabeça, cansaço, letargia, irritabilidade, ansiedade, nervosismo, depressão, insônia e falta de concentração.

 

 

A menopausa pela Medicina Chinesa

 

Na perspectiva chinesa, os sintomas da menopausa são consequentes do declínio do Jing QI em seu aspecto Yin ou Yang, contudo, mesmo com esse desequilibrio simples podem acontecer muitos padrões variados. Preciso ressaltar que somente estou me referindo à menopausa “normal”, que ocorre por volta dos 50 anos e não da menopausa precoce, que ocorre aos 30. Enquanto a menopausa “normal” é decorrente do declínio fisiológico do Tian Gui, a prematura é patológica.

 

Uma vez que os sintomas da menopausa (especialmente a secura vaginal, ondas de calor e sudorese) são consequencia da queda na produção do estrógeno, pelo ponto de vista da MTC eles são consequencia da dimuição do Tian Gui. O Tian Gui é discutido logo no primeiro capítulo do Su Wen que diz que nas meninas, ele chega aos 14 anos (7×2) e vai embora aos 49 (7×7): “ Aos 14 anos o Tian Gui chega, o Ren Mai começa a fluir, o Chong Mai se desenvolve, o periodo vem regularmente e ela pode conceber… Aos 49 anos, o Ren Mai se esvazia, o Chong Mai se esgota e o Tian Gui seca, a passagem da Terra (útero) não está aberto, então a fraqueza e a infertilidade se alojam”.

 

Embora eu mesmo acredite que devemos ser muito cautelosos ao fazer comparações diretas entre a medicina Chinesa e a ocidental, neste caso posso dizer com certeza que o “ Tian Gui” é uma expressão da atividade do ovário e do estrógeno, que determinam a puberdade e a menopausa. Uma vez que o Tian Gui se origina do Jing Qi, quando a menopausa acontece, então o Jing Qi tem também um declínio fisiológico.

 

E, por último, gostaria de salientar que a menopausa não é uma patologia: é o declínio fisiológico e natural do Jing Qi. Embora muitas mulheres cheguem a menopausa de maneira assintomática. Claro que a menopausa pode se tornar uma patologia caso a mulher já sofra de deficiecia do Rim ou de outros padrões que piorem com a menopausa.

 

 

Sintomas patológicos da menopausa

 

Sempre escuto que os sintomas da menopausa, como as ondas de calor se devem a deficiencia do Yin do Rim, mas não é verdade! Metade das mulheres que atendi no periodo da menopausa tem a língua pálida e sofrem de deficiência de yang de Rim. Isso ocorre porque com o declínio do Jing Qi pode ocorrer deficiência de Yin ou de Yang, então muitas das ervas que nutrem o jing Qi podem ser categorizadas como tônicas para o Yang do Rim (por exemplo: Ba Gu Zhi, Yi Zhi Ren, Suo Yang, Jiu Zi, Sha Yuan Ji Li).

 

Minha experiência com essas mulheres mostra que, geralmente, existem as duas coisas: deficiência de Yin e de Yang do Rim, ainda que exista uma predominância de uma delas (por exemplo, nunca é uma deficiência de 50% de yin e 50% de Yang).

 

 

1) Deficiência simultânea do Yin e do Yang do Rim

 

Ondas de calor são fáceis de explicar quando existe deficiência do Yin do Rim, como Calor vazio subindo por causa dessa deficiencia, mas como explicá-las quando a deficiência é do Yang? Como citei acima, durante a menopausa existe uma deficiência simultânea do yin e do Yang do Rim. Contudo, quando a do yang é predominante, a língua fica pálida e a mulher tem muitos sintomas do Frio, como a sensação de frio, pés ou costas frias, urina clara, etc. Mas, uma vez que exista deficiencia tambem do Yin do Rim, acontecerá uma subida de Calor Vazio que causará ondas de calor. A figura 1 ilustra esse conceito. Como pode se obeservar, tanto o Yin quanto o Yang do Rim estão deficientes nos dois casos (ainda que em diferentes proporções), então a mulher que supostamente está com deficiência do Yin pode tambem sentir os pés frio e aquela com deficiência de Yang sentirá ondas de calor.

 

 

2) Fogo Ministerial

 

Existem outros aspectos da patologia menopausa que também explicam as ondas de calor na deficiencia de Yang do Rim. Um aspecto é o Fogo Ministerial, que é o fogo fisiológico do Rim

e tem um papel importante no suporte da atividade fisiológica de todos os órgãos. O Fogo Ministerial é um fogo sem “forma” mas com características especiais, como por exemplo de não secar a água, de fato, ele nutre a água. Quando há uma deficência do Fogo Ministerial, há também uma deficiencia do Yang do Rim e, como ele também pode nutrir a água, haverá então uma deficiência secundária do Yin do Rim.

 

 

3) Desarranjo do Qi

 

Existe um outro aspecto da menopausa que não tem ligação com o Yin nem com o Yang, mas com o Qi. Com o surgimento da menopausa e o declínio do Jing-Qi, vem também uma fraqueza do Ren Mai e do Chong Mai no aquecedor inferior e uma instabilidade do Qi, também neste aquecedor. Portanto, o Qi facilmente é desarranjado e, por causa da instabilidade do aquecedor inferior, ele é jogado para cima contribuindo na geração da ondas de calor. Então, a explicação das ondas de calor não está apenas no aspecto Calor, mas também no desarranjo do Qi. Portanto, além de aliviar o Calor, deve-se tratar as ondas estabilizando o Qi do Ren e do Chong Mai no Aquecedor Inferior e controla-lo na parte superior do corpo.

 

 

4) Ressecamento Vaginal

 

Até agora nos concentramos nas ondas de calor, mas o ressecamento vaginal também é importante e incomoda. A patologia da vagina seca está mais ligada ao Jing Qi do que as ondas de calor. Para a secura, obviamente nutrir o Yin e também lembrar que ela ocorre pela deficiência do Yang, pelos motivos já explicados anteriormente. O que significa que num tratamento de vagina ressecada numa mulher com deficência de Yang do Rim com fitoterapia, definitivamente devemos mudar a formula acrescentando ervas como Sheng di Huang Radix Rehmanniae e Nu Zhen Fructus Ligustri lucidi.

 

 

4) Padrão Completo

 

Para concluir, a menopausa não ocorre de maneira isolada e toda a mulher, por volta de 55 anos, tem doenças pré-existentes que serão agravadas na menopausa. É importante entender que essas patologias serão agravadas pela menopausa, mas não são sintomas da menopausa. O único sintoma diretamente ligado a menopausa é o declínio do Tian Gui e a deficiência de Rim. Então, em consequência desta deficiência de Rim, teremos outros padrões, como:

 

Fleuma

Estagnação de Qi

Estase sanguínea

Aumento do Yang do Fígado

Rebelião do Qi do Chong Mai

 

Todos esses padrões contribuem com o desenvolvimento e o agravamento dos sitomas da menopausa, e devem ser tratados de maneira complementar a tonificação do Jing Qi.

 

 

ETIOLOGIA DOS PROBLEMAS DA MENOPAUSA

 

Como etiologia se refere a doença, discutir etiologia dos problemas da menopausa pode parecer contraditório, pois eu disse que menopausa não é doença anteriormente. No entanto, os fatos discutidos a seguir definitivamente agravam os sintomas da menopausa.

 

 

1) Estresse Emocional

 

O estresse emocional é um agravante importantíssimo nos sintomas da menopausa, que se acumula ano após ano até que a menopausa se inicie.

 

Ansiedade, medo ou culpa enfraquecem o Rim e levam a uma deficiência de Yin, especialmente se essas emoções vierem junto com excesso de trabalho, como geralmente é o caso. A longo prazo, o yin do Ri falhará ao nutrir o yin do Coração, que contribuirá para a deficiência de yin do próprio Coração e ao calor vazio, que agravará as ondas de calor.

 

Preocupação, raiva e medo podem ocasionar a subida do Yang do Fígado, que piora as ondas de calor.

 

 

2) Excesso de trabalho

 

No meu dia a dia vejo que o excesso de trabalho, no sentido de trabalhar muitas horas por dia sem o devido descanso, combinado com dieta inapropriada e preocupação, é a causa mais importante e frequente da deficência do yin do Rim nas mulheres ocidentais. Em caso de uma pré-existencia de deficiencia do yin do Rim, serão mais graves o ressecamento vaginal e as ondas de calor.

 

 

3) Tabagismo

 

O Cigarro não agride somente os pulmões, mas tambem aos rins. Ele seca o Jing e o sangue e, portanto, leva a deficiência do yin do Rim, que pode agravar os sintomas da menopausa.

 

O tabaco tem uma história interessante na sociedade e medicina Chinesa. Quando ele foi introduzido na China (1575), os médicos até fizeram testes para ver se ele poderia ser utilizado como tratamento fitoterápico  O Zhen Nan Ben Cao (dinastia Ming) concluiu que o tabaco é picante no sabor, quente e tóxico, sem efeitos medicinais.

 

Cu si Shan (dinastia Qing) chegou à conclusão mais interessante: “o tabaco é picante e ressecador, queima o Jing (do Rim) e os fluidos, agride a garganta, estômago e pulmões…. quando entra no Coração causa confusão mental como se a pessoa estivesse embregada. Transforma a saburra em amarelo escura ou preta. Tira o sabor de comidas e bebidas, e pra isso não tem tratamento médico.” A parte mais importante desta declaração se refere a queima do Jing pelo tabaco, o que agrava a deficiência do Jing e agrava os sintomas da menopausa.

 

4) Dieta inadequada

 

Comer de forma irregular e comer muitos derivados do leite e frituras acarreta a formação do fleuma. Fato que agrava os sintomas da menopausa.

 

5) Chá/Café e alcóol

 

Chá, cafe e álcool são de natureza yang e agravam os sintomas da menopausa e as ondas de calor.

 

Baseado nos fatores etiológicos acima, eu alerto as mulheres jovens sobre a menopausa, Se eu vejo uma mulher de mais ou menos 35 anos, que está trabalhando demais, usando muitos derivados do leite na alimentação, bebendo em demasia e fumando, digo a ela que agora é o momento de fazer algo pela menopausa, e faço as seguintes recomendações.

 

Não trabalhe excessivamente

Faça exercícios moderados

Não fume

Beba moderadamente

Evite estresse emocional (fácil falar heim!)

Consumir café e chá com moderação

Não comer produtos com lactose

 

Tratamento da menopausa

 

1) Acupuntura

 

O tratamento deve se basear na tonificação do Rim e no fortalecimento do Ren e do Chong Mai. Quando trato os problemas relacionados à menopausa, quase sempre trato o Ren Mai e sempre uso esses três pontos P7 (na direita), R6 (na esquerda) e para abrir o Ren mai o Ren 4 Guanyuan.

 

Posso também, acrescentar o R3 Taixi e BP6 Sanyinjao. Em caso de deficiência de Yang do Rim, eu usaria os mesmos pontos e mais o B 23 Shenshu.

 

Posso complementar a tonificação do Rim, eu utilizo pontos para dominar o Qi e limpar o calor-vazio. Faço isso com: IG 4 Hegu, CS 7 Daling e C 6 Yinxi. Em caso de forte estresse emocional e ansiedade, acrescento VG 24 Shenting e VC 15 Jiuwei.

 

No caso de Qi rebelado no Chong Mai, uso o Chong Mai e não o Ren Mai, com esses pontos: BP 4 Gongsun (direita) CS 6 Neiguan (esquerda), mais IG 4 Hegu na direita e F 3 Taichong (esquerda), R 13 Qixue (bilateral) e VC 4 Guanyuan.

 

 

Agora vou discutir o tratamento dos padrões principais envolvidos na menopausa.

 

 

  1. a) DEFICIÊNCIA DO YIN E DO YANG DO RIM COM PREDOMINÂNCIA DA DEFICIÊNCIA DE YIN

 

Manifestações clínicas

 

Tonturas, zumbidos, memória fraca, dificuldades na audição, sudorese noturna, boca e garganta seca a noite, lombalgia, dor nos ossos, cansaço, depressão, ansiedade leve, pés frios, urina clara e excessiva.

Língua: coloração normal com saburra branca solta. A língua será vermelha caso haja calor-vazio.

Pulso: flutuante-vazio ou fraco nas posições do Rim.

 

 

Acupuntura

 

VC 4 Guanuan, R 3 Taixi, R 10 Yingu, R 9 Zhubin, BP 6 Sanyinjiao, VC 7 Yinjiao, P 7 Lieque e R 6 Zhaoai em conjunto (pontos de abertura do Ren Mai).

 

 

 

  1. b) DEFICIÊNCIA DE YIN E YANG COM PREDOMINÂNCIA DE DEFICIÊNCIA DE YANG.

 

Manifestações Clínicas:

 

Lombalgia, joelhos frios, sensação de frio nas costas, sensação de frio generalizada mas, ocasionalmente, calor no rosto, ondas de calor, sudorese noturna, pernas fracas, compleição pálida, joelhos fracos, puca libido, cansaço, urina clara e abundante ou urina clara e pouca, aumento da micção a noite, edema nas pernas, fezes pastosas e depressão.

Língua: embranquecida.

Pulso: fraco e profundo.

 

 

Acupuntura

 

B 23 Shenshu, P 7 Lieque e R 6 Zhaohai (Ren Mai), VC 4 Guanyuan, VC 6 Qihai, R 3 Taixi, R 7 Fukiu, B 23 Shenshu, B 52 Zhishi. Moxa é indicada quando a deficiencia de yang for grave.

 

 

 

  1. c) DEFICIÊNCIA DO YIN DO RIM E DO FÍGADO COM AUMENTO DO YANG DO FÍGADO

 

Manifestações clínicas:

 

Irritabilidade, cefaléia, tontura, zumbidos, visão embaçada, olhos secos, pele seca, ondas de calor, dores articulares, sudorese noturna, dores nas costas.

Língua: Vermelha sem saburra e, provavelmente, com as laterais mais vermelhas que o restante.

Pulso: flutuante-vazio, duro na posição do meio esquerda.

 

 

Princípio do tratamento

 

Nutrir o yin do Rim e do Fígado e dominar o yang do Fígado, acalmar a mente e regular o Hun.

 

 

Acupuntura

 

P 7 Lique e R 6 Zhaohai (Ren Mai), R 3 Taixi, F 8 Ququan, BP 6 Sanynjiao, VC 4 Guanyuan, F 3 Taichong, VG 24 Shenting, VB 13 Benshen, VB 20 Fengchi, P 7 Daling. O R3, F 8. BP 6 e VC 4 devem ser tonificados e os outros pontos, sedados.

 

 

 

  1. d) DEFICIENCIA DO YIN DO RIM E DO CORAÇAO COM CALOR-VAZIO NO CORAÇÃO

 

Manifestações clínicas:

 

ondas de calor, palpitações, insonia, sudorese noturna, visão embaçada, tonturas, zumbidos, ansiedade, agitação mental, dor nas costas, calor no rosto, sensação de calor ao anoitecer, boca e garganta seca, memória ruim e fezes secas.

Língua: vermelha, com a ponta mais vermelha e sem saburra.

Pulso: rápido-fino ou flutuante-vazio ou Fundo e fraco nas posições posteriores e transbordante nas posições anteriores.

 

 

Princípio do Tratamento

 

Nutrir o yin do Rim, acalmar a mente e limpar o calor vazio.

 

 

Acupuntura

 

P 7 Lique (direta) e R 6 Zhaohai (esquerda), R 3 Taixi, VC 4 Guanyuan, BP 6 Sanynjiao, R 13 Qixue, C 6 Yinxi, R 7 Fuliu, C 8, Shaofu, CS 7 Daling, VC 15 Kiuwei, VG 24 Shenting. Os pontos C 6, C 8, e CS 7 devem ser sedados ou harmonizados e todos os outros pontos tonificados.

 

 

PROGNÓSTICO E PREVENÇÃO

 

A medicina chinesa pode ajudar as mulheres a minimizar os problemas de transição da idade reprodutiva para a não-reprodutiva. O tratamento com ervas é mais eficiente do que a acupuntura pois as ervas são melhores para nutrir o Jing. A acupuntura é extremamente eficiente para controlar os sintomas da menopausa, mas deveria ser feita regularmente, portanto o tratamento fitoterapico seria mais “em conta” para a paciente.

 

De um modo geral, quando os problemas da menopausa acontecem junto com uma deficiência do yin do Rim, o tratamento será mais difícil e podemos dizer que quanto mais vermelha for a língua e quanto menos saburra ela tiver, mais dificil será o tratamento. A língua indica que o pior prognóstico se dá quando ela esta totalmente vermelho escuro, sem saburra, com rachaduras e seca.

 

Como já foi falado, a gravidade dos sintomas da menopausa depende de condições pré-existentes no Rim e, também, da dieta e dos hábitos de vida da mulher ao longo de sua vida.

 

Potanto, é importante que a paciente compreenda isso e seja paciente, a medicina chinesa pode ajudar neste período de transição, mas de maneira lenta e gradual. Tem se tornado cada vez mais difícil convencer as pacientes disso uma vez que oferecem a elas “resultados rápidos” com terapias de reposição hormonal.

 

Devemos falar sobre a integração da Medicina Chinesa com a reposição hormonal. Essa integração é possível. Em minha experiência tenho visto que não há problemas em usar fitoterapia junto com a reposição hormonal, pois elas agem em níveis diferentes. A reposição hormonal age “enganando” o hipotálamo, fingindo que os ovários ainda estão funcionais e isso estimula a pituitária a parar de produzir o hormônio FSH. Já as ervas chinesas agem nutrindo o Jing Qi para minimizar os efeitos da transição na menopausa. Contudo, só faz sentido combinar as duas terapias a curto prazo. Mas, independente da situação, as mulheres na menopausa nos procuram porque não querem a reposição hormonal ou porque querem para-la.

 

Para concluir, outra pergunta natural seria: por quanto tempo as ervas chinesas devem ser tomadas pelas pacientes? Em minha experiência clínica, vejo que elas podem ser tomadas por muitos anos sem efeitos colaterais. Contudo, quando um paciente precisa fazer uso de um fitoterápico por muito tempo, geralmente peço para ele ficar um mês sem usa-lo a cada 6 ou 9 meses de uso contínuo.

 

 

* Women’s Treasure: é a linha fitoterápica chinesa do próprio Giovanni Maciocia e ainda não está disponível no Brasil.

 

Fonte: http://maciociaonlineportugues.blogspot.com.br/

COPIADO INTEGRALMENTE DO SITE ABAIXO (OBS. FALTA FAZER CORREÇÕES NAS PALAVRAS E COLOCAR FIGURAS)

http://acupunturaedor.blogspot.com.br/2013/07/menopausa-ocidental-x-oriental.html

Acupuntura para Disfunções Sexuais Masculinas

Disfunções sexuais masculinas

A medicina chinesa tem uma rica tradição em diagnosticar e tratar problemas ginecológicos, poucos textos antigos ou modernos se dedicam aos problemas masculinos. Por exemplo, a medicina chinesa se refere ao “útero” em todos os textos clássicos, mas nenhuma menção nunca foi feita a prostata. É dito que o Du Mai, Ren Mai e Chong Mai nascem do aquecedor inferior e fluem através do útero, mas por onde eles passam no homem? Os clássicos não dizem.

Esse artigo vai discutir a fisiologia do órgão sexual masculino, alguns aspectos patológicos e o tratamento das seguintes condições:

* Disfunções eréteis

* Ejaculação precoce

* Baixa contagem de espermatozoides.

Antes de discutir o tratamento de condições específicas, vamos ver quais os canais que afetam os genitais masculinos e como o pênis, testiculos, vesícula seminal e próstata são abordados pela medicina chinesa.

O capítulo 65 do “Spiritual Axis” diz: “ O Ren e o Chong Mai se originam no Aquecedor Inferior (literalmente “Bao”)”. “ O termo usual usado no “Spiritual Axis” is “Bao” que é frequentemente traduzido como “útero”. No entanto, o termo “Zi bao” se refere ao útero, e a palavra “Bao” indica a estrutura comum a homens e mulheres: na mulher seria o útero, no homem, é a “ Sala do espermatozóide”. Ambas estruturas residem o Aquecedor inferior e armazenam Jing, e como os Vasos Extraordinários se originam de lá, estão conectados diretamente ao Jing.

O Golden Mirror of Medicine (Yi Zong Jin Jian, 1742) diz: “ O Du Mai surge do baixo abdome, externamente no abdome, internamente no “Bao”… tambem chamado Aquecedor inferior tanto no homem quanto na mulher: na mulher ele é o útero, no homem ele é a “Sala do espermatozóde.”

O texto clássico, portanto, deixa claro que Bao é uma estrutura comum a homens e mulheres, os homens associados a “Sala do Jing” ( ou sala do espermatozoide  e as mulheres ao útero. A “Sala do espermatozoide  fica no aquecedor inferior, mas sabemos que eles são produzidos nos testículos, vesícula seminal e próstata. Creio que isso nos leva a entender que a próstata é uma estrutura equivalente ao útero e, portanto, o Du mai, Ren Mai e Chong Mai passam por ela.

CANAIS COM INFLUENCIA NA GENITÁLIA MASCULINA

Os genitais estão primariamente relacionados aos meridianos do Fígado e do Rim e ao Ren, Chong e Du Mai. O canal Luo do Figado circula a genitália. Enquanto a influencia do Ren mai nos genitais parece óbvia, do Du mai é sempre menosprezada.

No Su Wen, capitulo 60, é descrito um ramo anterior do Du Mai que flui para o genital externo, tanto masculino quanto feminino, e para o osso pubico e dele, ascende para o abdome no mesmo trajeto do Ren Mai.

O ramo do Du Mai que vai para o pênis e para a vagina tem importância clínica pois ele pode ser utilizado (no lugar do Ren Mai) nos problemas genitais masculino e feminino. Nós faremos isso preferencialmente quando houver deficiência grave no yang do Rim.

Os trajetos dos canais que passam pelos genitais são:

– Um ramo do Du Mai fui para baixo nos genitais.

– O meridiano principal do Rim, seu luo e um canal tendíneo-muscular flui através dos genitais.

– O meridiano principal do Fígado, seu luo, o divergente e o canal muscular circulam os genitais.

Patologias masculinas

Discutirei duas condições patológicas do sistema genital masculino: fleugma e estase de Jing.

Manifestações do Fleugma

– hipertrofia prostática

– Doença de Peyronie

– Priapismo

– Disfunção erétil

– sudorese nos genitais

Manifestações no genital de estase de Jing

Embora pareça estranho falar em em estase de Jing, ela ocorre nos homens e basicamente equivale a estase de sangue no útero.

As manifestações clínicas são:

dor “em facada” na região lombar

dor no períneo

dor no hipogástrio

dor nos testículos e no penis

disfunção erétil

ejaculação precoce

priapismo

hipertrofia prostática

embranquecimento dos cabelos prematuro

coceiras ou dor na região pubiana

alterações no esperma

doença de Peyronie

Lígua roxa

O PAPEL DO CORAÇÃO NO SISTEMA GENITAL MASCULINO

A função menstrual e sexual da mulher e a função sexual do homem se baseiam na coordenação e na harmonia entre o Rim e o Coração. A água do Rim e o fogo do Coração precisam nutrir-se mutuamente. Enquanto o Jing do Rim é a origem do esperma no homem e do sangue menstrual e dos óvulos nas mulheres, o Coração tem um papel importante na ereção e na excitação sexual.

Particularmente, no homem, o Coração tem um papel crucial na ereção, orgasmo e ejaculação. Bem como na descarga do sangue menstrual e na liberação dos ovos na ovulação dependem do descenso do Qi do Coração. Para executar essas funções, o Qi do Coração descente para se comunicar com o Qi do Rim.

A água do Rim precisa ascender para o Coração e o fogo do coração (o fogo Imperador fisiológico) precisa descender para o Rim, essa coordenação entre eles asseguram uma menstruação e ovulação normais e uma função sexual normal em ambos os sexos.

A ascensão do Rim e o descenso do Coração na esfera menstrual e sexual é assegurada pela comunicação entre o Ren Mai e o Du Mai. De fato, esses dois vasos extraordinários se originam do espaço entre os Rins, ambos fluem para o útero (próstata no homem) e ambos fluem através do Coração.

O Du Mai e o Ren Mai formam uma espécie de circuito fechado e podem ser observados como um canal. Um Yang e um Yin. O Du Mai representa o Yang do Rim, e o Ren Mai o Yin na flutuação do yin e yang durante o ciclo menstrual. A comunicação adequada entre o Du Mai e o Ren Mai asseguram uma menstruação/ovulação normal e uma função sexual normal nos homens e mulheres.

Em relação a função sexual, durante a excitação sexual o Fogo Ministerial do Rim é aumentado e sobe para o Pericárdio e o Coração. Por esta razão a pessoa fica avermelhada na face ( a compleição é uma manifestação do Coração) e o batimento cardíaco aumenta durante a excitação sexual. Com o orgasmo e a ejaculação, existe um movimento descendente de Qi que libera o Fogo Ministerial armazenado para baixo; para que isso ocorra normalmnte, o movimento para baixo do Qi do Coração é fundamental.

O desejo sexual, a excitação, ereção e orgasmo dependem de três fatores principais:

– o ascenso da água do Rim e o descenso do fogo do Coração

– a comunicação entre Rim e Coração

– A conexão entre o Du e o Ren Mai

Se o Fogo Ministerial do Rim estiver deficiente haverá uma queda da libido em ambos os sexos e inabilidade de atingir o orgasmo nas mulheres e impotência no homem. Se o Qi do Coração e o Sangue estiverem deficientes e não descerem para se comunicar com o Rim, poderá haver importencia e ejaculação precoce no homem e incapacidade de atingir o orgasmo mesmo quando a excitação sexual acontecer.

Na “Discussão sobre o sangue” escrito em 1884, por Tang Zong Hai, temos : “ o fogo é yang e gera o sangue que é yin. Por outo lado, o Sangue nutre o fogo e garante que ele não flua para cima, e o sangue umedece o aquecedor inferior. Ele é estocado no Fígado, preenche o “Mar de sangue” e o Chong, Ren e Dai Mai, e aquece e nutre o corpo inteiro… Quando o sangue umedece o aquecedor inferior e o Mar do Sangue, e o Fogo do Coração flui para baixo para o umbico, então o sangue está fluindo e o fogo não queima excessivamente, e os homens ficam livres de doenças e as mulhers férteis.”

Nesta passagem, fica aparente que o Qi e o Sangue do Coracao precisam fluir para baixo, para o Aquecedor Inferior para interagir com o Sangue e o Jing.

DISFUNÇÃO ERÉTIL

FATORES QUE AFETAM A EREÇÃO

* Du Mai – Rim – Yang – Fogo Ministerial – Fogo do Ming Men

* Sangue – Sangue do Coração

*Chong Mai (de quatro maneiras)

  – Mar do Sangue

  – Qi pós celestial ( no E30 Qichong)

  – Qi pré celestial (no Ren 1 Huiyin, R13 Qixue e Ren 4 Guanyuan)

  – Influencia no pênis pelos músculos zong

* Canais do Fígado (M.P., Luo, Muscular e Divergentes) tem trajeto ao redor do penis

* Fatores patógenos como Umidade, Estase de Sangue e do Jing.

DEFICIÊNCIA DO YANG DO RIM

Impotência, lombalgia, vertigem, zumbidos, urina constante e clara, micção noturna, sensação de frio, lombar e joelhos frios, língua esbranquiçada, pulso fundo e fraco.

Acupuntura:

ID3 esquerda com B62 na direita (vaso governador), B 23, VG 20, VC 6, VC 4, VC 3, R 3.

DEFICIÊNCIA DO YIN DO RIM

Impotência, lombalgia, vertigem, zumbidos, pouca urina e escura, suor noturno, insonia, língua seca, pulso flutuante-vazio.

Acupuntura:

ID 3 na esquerda com B 62 na direita (Vaso Governador), B 23, VG 20, VC 6, Vc 4, VC 3, R 3, P 7 com R 6 (Vaso Concepção).

CALOR UMIDADE NO AQUECEDOR INFERIOR

Impotência, dificuldade e dor ao urinar, urina opaca, coceira nos genitais, corrimento, língua com saburra amarela e pegajosa com pontos vermelhos na parte posterior, pulso flutuante.

Acupuntura:

BP 4 na esquerda com CS 6 na direita (Chong Mai), F 5, BP 9 , VC 2, VC 3, F 1, F3.

CALOR UMIDADE NO MERIDIANO DO FÍGADO

Impotência, dificuldade e dor ao urinar, erupções nos genitais externos, irritabilidade, língua com a as laterais avermelhadas e saburra amarela e pontos vermelhos na base, e pulso firme.

Acupuntura:

BP 4 na esquerda com CS 6 na direita (Chong Mai), F 5, BP 9, BP 6, VC 2, VC 3, F1 e F 3.

DEFICIÊNCIA DE SANGUE NO FÍGADO

Impotência, tonturas, visão turva, depressão, insônia, língua palida e pulso agitado.

Acupuntura:

P 7 na esquerda e R 6 na direita (Ren Mai), B 23, VC 4, F 8, VC 3, E 36 e BP 6.

DEFICIÊNCIA DE CORAÇÃO E VESÍCULA BILIAR

Impotência, ejaculação precoce, depressão, timidez, suspiros, insonia, palpitação, assustar-se facilmente, língua pálida, pulso fraco.

Acupuntura:

ID 3 na esquerda B 62 na direita (Du mai). C 7, VB 40, VC 4, VG 40, E 36, BP 6.

DEFICIÊNCIA DE SANGUE DO CORAÇÃO

Impotência, palpitações, tonturas, depressão, insônia, língua palida, pulso agitado.

Acupuntura:

ID 3 na esquerda e B 62 na direita (Du mai), C 7, C 5, VG 24, VC 15, VC 4, VC 3, B 15, BP 6.

ESTASE DO JING E FLEUMA

Impotência, dor nos testículos e no períneo, dor no hipogástrio, embranquecimento precoce dos cabelos, espermatozódes com anomalias (motilidade, formado, etc) opressão no peito, “corrimento”, língua roxa, pulso duro e escorregadio.

Acupuntura:

BP 4 na esquerda com CS6 na direita (Chong Mai), VC3, F5, BP 10, B34, E 40, BP 9.

EJACULAÇÃO PRECOCE

CORAÇÃO E RIM SEM COMUNICAÇÃO (Coração e Rim – Yin Xu)

Ejaculação precoce, calor nas 5 palmas, tonteiras, zumbidos, suor noturno, palpitação, dor lombar, depressão.

Acupuntura:

ID3 na esquerda e B63 na direita (Du Mai), C7. R7, VC15, VG20, B23, B32, VC4.

CORAÇÃO E RIM SEM COMUNICAÇÃO (Qi Xu)

Ejaculação precoce, tonteiras, zumbidos, palpitações, dor lombar, depressão e rosto pálido.

Acupuntura:

ID3 na esquerda e B62 na direita (Du Mai), C7, R7, VC15, VG20, B23, B32, VC4.

BAIXA CONTAGEM DE ESPERMA

DEFICIÊNCIA DO YANG DO RIM

Baixa contagem de esperma, tonteira, zumbido, dor lombar, costas e joelhos frios, micção frequente e urina clara, língua esbranquiçada e pulso fundo e fraco.

Acupuntura:

ID 3 esquerda com B62 na direita (Du Mai), B23, VG 4, R13,R12 e B32.

DEFICIÊNCIA DO YIN DO RIM

Baixa contagem de esperma, tonteira, zumbidos, sensação de calor no inicio da noite, sudorese noturna, dor nas costas, língua sem saburra, pulso flutuante e vazio.

Acupuntura:

P7 na esquerda e R6 na direita (Ren Mai), VC4, VC7, R13, R12 e B23.

ESTAGNAÇÃO DO QI DO FIGADO COM DEFICIÊNCIA DE RIM

Baixa contagem de esperma, dor lombar, tonteira, zumbidos, suor noturno, irritabilidade, distenção abdominal, língua sem saburra, pulso fraco e deslizante e duro na esquerda.

Acupuntura:

P7 na esquerda e R6 na direita (Ren Mai), VC4, R13, R12, B23, F3.

UMIDADE CALOR NO SISTEMA GENITAL

Baixa contagem de esperma, baixa motilidade, dificuldade e dor ao urinar, urina escura e opaca, língua com saburra amarela e pontos vermelhos na raiz, pulso escorregadio.

Acupuntura:

P7 na esquerda e R6 na direita (Ren Mai), VC9, E28, R12, VC3, VC5, B22, BP9.

ESTAGNAÇÃO DE QI E DE SANGUE

Baixa contagem de esperma, pouca motilidade, distensão e desconforto nos testículos  dor no períneo, dor hipogástrica  hipertrofia prostática, língua arroxeada.

Acupuntura:

BP4 na esquerda e CS6 na direita (Chong Mai), F3, BP10, B17, R14, E30.

BAIXA MOTILIDADE DO ESPERMATOZOIDE

DEFICIÊNCIA DO YANG DO RIM

Baixa motilidade do espermatozoide, face palida, tonturas, dor nas costas, micção frequente e pouca urina, etc.

Acupuntura:

ID3 na esquerda e BL62 na direita (Du Mai), B23, VC4, R13, R12, B32.

DEFICIÊNCIA DO YIN DO RIM COM CALOR VAZIO

Baixa motilidade de espermatozoide, dor nas costas, tonturas, zumbidos, suor noturno, calor dos 5 palmos, rosto avermelhado, sonhos e polução noturna, língua vermelha com saburra, pulso rápido, vazio e flutuante.

Acupuntura:

P7 na esquerda e R6 na direita (Ren Mai), VC4, R12, C6, R3, VC7.

Fonte: http://maciociaonline.blogspot.com.br/2013/06/the-treatment-of-male-problems-in.html

http://maciociaonlineportugues.blogspot.com.br/2013/08/disfuncoes-sexuais-masculinas.html?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed:+DicasClnicasDoGiovanniMaciocia+(Dicas+cl%C3%ADnicas+do+Giovanni+Maciocia)

COPIADO INTEGRALMENTE DO SITE ABAIXO (OBS. FALTA FAZER CORREÇÕES NAS PALAVRAS E COLOCAR FIGURAS)

http://acupunturaedor.blogspot.com.br

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén