O Reiki é uma técnica de energização que é aplicada principalmente através das mãos, mas existem outras maneiras de enviar essa energia e uma delas é à distância.
Para ser um Reikiano é efetuada uma sintonização, que consiste em abrir os canais energéticos (que todos nós temos) e são utilizados símbolos milenares para efetuar essa abertura e limpeza. Falamos que essa sintonização é ligar o interruptor que está desligado em nós. Todo ser humano pode ser um canal dessa energia.
Os símbolos foram trazidos à luz pelo Mestre Mikao Usui. Um professor japonês que ouviu um chamado interno depois de questionamentos de seus alunos sobre as curas inexplicáveis que eram feitas antigamente, no tempo de Cristo, Buda e outros seres de luz que já existiram.
A divisão em níveis. Essa é uma técnica que tem que ser vivenciada em níveis para que a energia trabalhe limpando e harmonizando cada corpo do seu ser. O nível-1 começa a limpar principalmente seu corpo físico, no nível-2, o emocional, no nível-3 o mental e no mestrado o espiritual. Ser Mestre também não o obriga a ser um professor, como ele trabalha “muito” o espiritual, você pode usar esse nível apenas para crescimento pessoal.
É preciso ser um Terapeuta para ser Reikiano?
Não, de forma alguma. Você pode querer ser Reikiano apenas para cuidar de você, como muitos de meus alunos assim o fizeram e isso já é muito válido. Depois com o passar do tempo, se quiser, você pode ir cuidando de familiares, amigos, animais de estimação, até chegar ao ponto (se quiser) de querer trabalhar como terapeuta.
Essa energia que é aplicada ou transmitida para outra pessoa ou ser, não é a nossa. Não perdemos energia quando a transmitimos, muito pelo contrário, também somos beneficiados por ela.
Essa técnica é muito simples de ser transmitida e já no primeiro nível você já sai capacitado a aplicar.
Reiki não é uma religião ou seita, mas usamos todos os seus ensinamentos para nos ajudar a crescer espiritualmente, seja qual for a religião, seita ou filosofia que você siga.