Kuan Yin.2
Kannon da Pureza (Juntei Kannon)
Juntei é chamada a “Mãe Pura dos Budas” ou a “Mãe de Todos os Budas” porque ela rege o mantra sagrado Butsumo Juntei darani, por meio do qual os 70 milhões de Budas do passado alcançaram a iluminação. Como figura materna, ela atende aos desejos dos filhos. Ela purifica tudo o que toca. Também promove a paz entre pessoas em conflito, cura doenças, purifica corações e os enche de amor.
Ela tem uma cabeça, três olhos e oito braços (menos freqüentemente dois ou quatro). As mãos do meio não estão juntas, mas fazem o gesto de girar a roda do ensinamento. Uma das mãos à s vezes segura um pequeno machado. Muitas vezes ela é ladeada por duas figuras postadas sobre um pedestal de lótus ou por dois dragões que seguram botões de lótus.
Kannon de Mil Braços
Como o próprio nome já diz, esta Kannon tem 1.000 braços e também onze ou 27 cabeças (menos cabeças podem aparecer em esculturas; ver acima). Na maioria das mãos ela segura objetos que simbolizam possibilidades e rituais individuais. Entre as deusas Kannon, ela é a mais importante para o Reiki, pois o seu Siddham é o símbolo SHK.
Na famosa longa entrada do tempo Sanjûsan Gendô, em Quioto, a mais extensa construção em madeira do mundo, há uma Kannon gigantesca, erigida no centro, com aproximadamente 3,5 m de altura. Além disso, há 1.000 Senjû Kannons laminadas a ouro que são quase da altura de seres humanos e mostram todas as expressões faciais individuais.
Consta que toda pessoa que com paciência e tempo para procurar bastante, pode encontrar ali o próprio semblante. O Budismo Esotérico tem rituais com a Kannon de Mil Braços para prevenir doenças e proteger contra o fogo. A divindade xintoísta correspondente é Seiryû Gongen no Templo Daigoji.
A Kannon que Realiza Desejos (Nyoirin Kannon)
Ela tem uma cabeça. No início, ela tinha dois braços, que passaram a seis no Budismo Esotérico, para resgatar o ser sofredor nos seis reinos da existência com vários objetos, como a gema da realização dos desejos, a roda do ensinamento, as contas de oração e uma flor de lótus. A roda do ensinamento é às vezes sustentada pelo dedo indicador levantado da mão esquerda mais elevada.
A deusa está normalmente envolta por uma aura de chamas e usa uma coroa alta com um pequeno Amida. A mão direita toca o queixo e o cotovelo descansa sobre o joelho direito erguido. Uma das mãos faz o gesto que invoca a Deusa Terra como testemunha. Ela é mais claramente reconhecível porque um dos joelhos está erguido, enquanto a outra perna se mantém numa postura de meditação, as solas dos pés se tocam, como na meditação Gasshô do Reiki do Arco-Íris.
Kannon com um Ramo de Salgueiro (Yôryu Kannon)
Ela é também chamada de Kannon da Medicina porque se curva à vontade de todos os seres com a mesma flexibilidade de um ramo de salgueiro ao vento. Ou também pode ser porque esse ramo de salgueiro tem o poder de curar todas as doenças. A estátua representa uma Kannon sagrada que segura um ramos de salgueiro ou o leva num recipiente de água na mão direita. Ela é também representada com vestes brancas, sentada sobre uma rocha.
(Fonte: O Grande Livro de Símbolos do Reiki – Mark Hosak e Walter Lubeck)